Momento que marcou o ano de 2018, a posse da Diretoria da ADPER que aconteceu no dia 26 de junho de 2018, no auditório da Sede de atendimentos da Defensoria Pública do Estado/RR. Na ocasião houve a recondução da Dra Elcianne Viana de Souza, para o cargo de Presidente da ADPER. Uma entidade unida, incansável na luta por melhores condições de trabalho e de valorização dos Defensores Públicos e que vai encarar o momento de mudança da categoria. Assim será a ADPER sob o comando do Conselho Diretor da Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Roraima, para o biênio 2018-2020.

Estiveram também presentes e compuseram a mesa da solenidade a Defensora Geral do Estado Dra. Terezinha Muniz; representando a Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP), o Presidente Dr. Antonio José Maffezoli Leite; o Secretário geral da OAB Cláudio Belmino, os colegas Defensores e Parlamentares Deputado Estadual Dr. Oleno Matos e Dra Lenir Rodrigues. A solenidade também contou com a presença de associados, colaboradores, familiares e amigos.

Após a Solenidade de Posse, todos reuniram-se no momento de alegria e descontração com coquetel e música ao vivo.

Discurso na íntegra da Dra. Elcianne Viana de Souza, Presidente da ADPER. 

”Excelentíssima Dra. Terezinha Muniz de Souza Cruz, Defensora Pública-Geral do Estado de Roraima, na pessoa de quem cumprimento a todos os integrantes da Defensoria Pública do Estado de Roraima; Excelentíssimo Dr. Antonio José Maffezoli Leite, presidente da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos, na pessoa de quem cumprimento a todos os integrantes das demais Defensorias Públicas no Brasil.

Nos idos de 2014, ao assumir a tesouraria da ADPERR, logo percebi que a tarefa a ser cumprida era difícil, porém grandiosa. 18 meses depois, ao assumir a presidência, o desafio tornou-se ainda maior, assim como a responsabilidade de conduzir tão nobre e importante Associação. Eleita Presidente em 2016, mesmo diante das vicissitudes, tive a certeza da missão a ser desempenhada e das possibilidades de realização em prol de Defensores e Defensoras. Conseguimos importantíssimas conquistas e inúmeros avanços de nossa classe e de nossa Instituição, dos quais destaco diversas melhorias para os Membros, uma relação de proximidade com a Administração Superior, o diálogo, a solução não conflituosa dos problemas e a transparência na administração da ADPERR.  

Contudo, muito ainda há por vir. Grandes desafios nos esperam, pois os direitos dos mais fracos não podem esperar a vontade dos mais fortes e as Defensoras e Defensores Públicos são o último recurso de esperança, a verdadeira tábua de salvação a socorrer aos nossos assistidos.

Sustentaremos, também, o absoluto respeito às prerrogativas inerentes ao cargo e à instituição que representamos, pois temos convicção de que não são privilégios outorgados para nosso mero deleite, mas sim instrumentais para o desenvolvimento pleno do mister constitucional que assumimos.

 Nesses próximos dois anos, nossa administração se pautará pela defesa das Defensoras e dos Defensores, buscando nossa sede própria, onde possamos estabelecer nossas atividades administrativas, bem como, um local onde possamos desfrutar de lazer para nossas famílias. Também, é objetivo incansável de nossa equipe a defesa da simetria entre Defensoras e Defensores Públicos, os membros do Ministério Público e Juízes e Juízas, principalmente a igualdade de tratamento perante o Sistema de Justiça, pois as Defensoras e Defensores Públicos têm sido o operador das causas nobres e o combatente da injustiça e da desesperança.

Faremos uma gestão sempre comprometida com a opinião dos associados para a consolidação de uma instituição forte! Para isso manteremos o diálogo com a Defensoria-Geral e com a Corregedoria-Geral, bem como prestigiaremos fortemente nosso tão importante  Conselho Superior.

Destaco aqui o brilhante trabalho da Associação Nacional de Defensoras e Defensores Públicos que, em decisão justa e atual, alterou seu estatuto, adotando o tratamento de “Defensoras e Defensores Públicos”, trazendo a simetria para dentro da própria Associação, gerando igualdade e isonomia. A nossa administração procederá uma revisão em nosso estatuto, visando à mesma isonomia da ANADEP, a irradiar por todas as nossas regulamentações.

Seguindo o exemplo de minha mãe, a Senhora Maria Eunice, aqui presente, professora e idealista do futuro, sejamos irradiadores da justiça e do trabalho .Peço licença, ainda, para um agradecimento à minha família que me fez ser o que sou hoje. E, especialmente ao meu marido(…), aos meus filhos, pelas horas de convívio deles subtraídas, em nome da construção da instituição Defensoria Pública, vai meu pedido de desculpas e meu mais pleno e infinito amor!

” Aos presentes: apesar de vivermos buscando realizar grandes feitos, talvez ele não exista …talvez o mais importante , a plena realização esteja na construção de pequenas coisas todos os dias”, e é assim que eu me sinto representando-os. Desejo ao final do mandato ser lembrada pelos colegas, como a Presidente que cumpriu sua missão, a frente da diretoria desta entidade.

Finalmente, agradeço pela confiança dos nossos associados e daqueles que, nessa jornada, foram o motivo de nossa atuação. Muito feliz pela presença dos senhores e senhoras. Atuemos em nossa associação e em nossa defensoria com independência, compromisso e alegria! Nós merecemos, de verdade! Obrigada a todos!”.